Automação residencial é um item considerado por muitos como puro luxo, no entanto, a automação pode ser até aliada à economia e planejamento de gastos mensais, além de te dar liberdade com atividades que te consomem tempo e… ‘Time is money!’ (‘Tempo é dinheiro!’)

Presente na região e cada vez mais democrática, a automação permite programar cenários particulares para algumas situações de cada proprietário. Ou seja, você pode programar um cenário ‘Cinema’, fechando cortinas, acendendo determinados abajours, apagando as luzes gerais dos ambientes, acendendo a lareira elétrica, etc. Ou por exemplo um cenário ‘Churrasco’, onde você bate palmas e aciona a bomba da piscina, fontes, uma playlist para tocar na área externa com músicas preferidas e liga a chopeira.

Esses são os cenários mais luxuosos, de mais conforto. No entanto, é possível automatizar menos itens, mas que ainda te poupem dinheiro a curto, médio e longo prazo. É possível inclusive, mudar cenários, adicionar ou tirar.

A automação de rega de plantas te ajuda na economia de água e menos gastos com mão de obra e reposição de paisagismo por conta de falta de cuidados já que muitas pessoas se esquecem de cuidar ou viajam bastante deixando seu jardim sem manutenção adequada. Além disso, como é inteligente, você consegue controlar tempo de rega, locais de rega, conforme a necessidade das plantas, conforme a temperatura do ambiente em dias mais áridos, etc. O controle de lâmpadas auxilia na segurança da residência, dando maior visibilidade a determinadas câmeras ou sendo programadas para mudarem em períodos que você sai de casa e quer que pareça que ainda tem gente lá, mantendo os padrões diários. Nesse mesmo pensamento, é possível programar reduções de custos ativando e desativando acionamentos para redução de gastos mensais para os que controlam melhor seus consumos e investimentos.

Para quem faz essas atividades como limpeza de piscina, jardinagem e vive acendendo e apagando luzes, essa automação permite maior liberdade de tempo, podendo destiná-lo a coisas mais interessantes e rentáveis. Não é necessário portanto automatizar a casa toda, mas o que convém aos seus hábitos, aos seus desejos e à sua casa.

Além disso tudo, a automação permite uma liberdade arquitetônica maior. Um exemplo: uma sala com pé direito duplo, requer uma cortina super comprida, e a abertura e fechamento dessas cortinas acabam por danificar mais rápido dependendo do sistema. A automação além de se tornar mais confortável, ajuda na manutenção da cortina e sua durabilidade e limpeza.