Esquadria é o nome dado, no âmbito da arquitetura, para as janelas, portas, portões e gradis. São elementos normalmente móveis, podendo ter os mais variados tipos de abertura: painéis de correr, sistema abre e fecha comum, basculantes, maxim-air e etc.

Por serem elementos móveis, sofrem constantemente avarias, necessitando de manutenções periódicas. A escolha do material que a estrutura da esquadria é feito vai influenciar diretamente na periodicidade destas manutenções.

Principais tipos de esquadrias

Esquadrias de madeira são as mais utilizadas, podendo ter acabamento na cor do próprio material ou pintura. Quando não aplicada a pintura, é necessário aplicar verniz para proteção da madeira contra intempéries e melhor conservação do material. O ideal é fazer a aplicação de 6 em 6 meses.

As esquadrias de alumínio estão em alta pela versatilidade, durabilidade e resistência, requerendo praticamente nenhuma manutenção. Podem ter os mais variados tipos de acabamento na pintura, inclusive texturizados imitando madeira, aliando o charme desta com a durabilidade do alumínio.

Esquadrias usadas em sequência podem trazer leveza à construção

As esquadrias de PVC ainda estão restritas às obras de melhor padrão pelo preço elevado em comparação com outros tipos de esquadria. Elas possuem ótimo acabamento e eficiência termoacustica, além de serem extremamente leves. O ponto negativo destas é que caso o material não seja de qualidade, pode vir a amarelar e descascar, além de que caso receba pintura esta deve ser constantemente retocada.

As esquadrias devem combinar com o restante do ambiente

Vale lembrar que é de suma importância analisar onde as esquadrias serão instaladas, os outros materiais que irão compor os ambientes e fachadas e o orçamento previsto para elas. Informe-se com um fornecedor e técnico para saber qual tipo melhor se encaixa na sua construção e não se esqueça de cotar para conseguir o melhor custo benefício.